Revês

Revês

sábado, 21 de dezembro de 2013

...O tempo de ataque está perto

...O tempo de ataque está perto
 Sob o brilho da lua nossas espadas reduzir-se-ão  as mentiras
 Isso sempre foi dito...
Faces de escravos, seus escudos não são suficientes para as espadas furiosas
Olhar a realidade e pensar por si mesmo,
É um mundo livre?
Mente caminhando com a verdade

A partir de agora eles vão nos chamar de Mestres do Destino
Lutará até ao fim, desafiando as regras do poder

O crepúsculo chegou...
A batida do seu coração começa a falhar no caminho
Pronto para juntar todas as bestas nas colinas
E tomar as novas terras.

Os rebeldes estão se unindo para lutar bravamente
Contra as faces que são de crueldade em suas vidas
E roubar vossas almas
Fogo e destruição é o caminho
Sangrar, o nosso destino

Tempo.
Foi durante muitos anos de ódio
Por quanto tempo uma mentira prevalece?
Todos os que viveram esta luta
Levavam seus pecados
Todos serão perdoados

Mas todos devem viver

(todos)

Tem que viver tudo isso...

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Piadas de psicólogo

Melanie Klein morreu de câncer de mama.

O que você quer com o meu superego? Porque meu Id já foi pro bar!

Isso aí é muito seio mau.

Freud está no lulu ( site de "relacionamentos " )

domingo, 1 de dezembro de 2013

Canção (poemas e poesias)

Canção
Pus meu sonho no navio
E o navio no fundo do mar
Depois abri o mar com as mãos
Para o meu sonho naufragar
Minhas mãos ainda estão molhadas
Do azul das ondas entreabertas
E a cor que escorre dos meus dedos.
Colore as areias desertas
O vento vem vindo de longe
A noite se curva de frio
Debaixo da água vai morrendo
Meus sonhos dentro de um navio...
Chorarei quanto for preciso
Para fazer com que o mar cresça
E o meu navio chegue ao fundo do mar
E o meu sonho desapareça
Depois, tudo estará perfeito...
Praia lisa, águas ordenadas,
Meus olhos secos como pedras
E as minhas duas mãos quebradas.
(1929-1937)

sábado, 30 de novembro de 2013

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

No Rio de Janeiro

- Garçom!  Uma dose de vinho grande o suficiente para eu me afogar nos olhos da serpente!


Sequestro de mim.

Esse tempo abafado
Esse algo que me sufoca
Eu sou um ser humano ou um ente que me transborda ?

Cansa-se, desespera-se e não avança
Se quebra as pernas não descansa...
Destrói, odeia e se desajeita
O próprio ódio e a angústia
não são passageiras!

Sangue, temor e impaciência
que desçam as setes taças
sobre à mesa...

O mundo está lhe aguardando
que faça o juízo e rompa os prantos
Não sou santo e nem pecador
na condição que nasci sou
filha do Senhor.

Que Deus me perdoe se eu estiver pecando
Que me abençoe quando eu estiver orando

Que o mundo novamente se torne belo
Para os que têm fé que se crie um novo elo
Para aqueles que em nada acreditam que façam
suas próprias escritas!

Não há problemas nisso, tudo tem seu
fim e inicio.

Então que paremos por aqui agora
E que você vá conhecer o mundo afora.

Da flor. ( Conheça o mundo e volte para me amar)

Da flor.

O beijo!
Que demonstração de carinho e desejo
O toque!
Como arrepia, assusta e consome
A surpresa...  Quem diria que colocariam o assunto
À mesa?
O beijo, o toque e a surpresa...
Quais profundezas se tornam
Pequenas?
A surpresa, o toque e o beijo
Qual é o destino das coisas que eu penso?
Sentindo pouco e pensando mais
 Eu peço não toque meu coração
Se o seu não for de mármore
Não ganhe minha atenção
Se a sua não for focal
Não brinque de amar alguém
Se não sabes o que é o desabrochar da mata


Você é capaz de sentir ou não a própria dor ?

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

"Ass veziz". Você tem um objetivo de vida ?

As vezes me questiono onde vai parar tanta energia, tanto esforço e batalha que cada um de nós, os chamados corredores da vida utilizamos no dia-a-dia. Onde vai parar todas as angústias e dores, doenças e cansaços, dias que não fomos naquela festa especial ou não visitamos aquele amigo que há tanto tempo não vemos. Onde foram parar os sonhos da adolescência, a vida perfeita imaginada quando éramos crianças, o amor teen e apaixonado que tanto gostávamos de sentir... Onde foram parar as críticas inocentes, os interesses dos interessantes e por vezes, o desejo de viver. Quem levou foi rotina esmagadora, se Freud pudesse afirmar nesse texto, chamaria de Cruel"... É, a vida é produzida para muitos, mas quantos desses "muitos" entendem que todos esses questionamentos perdidos, que todos os dias perdidos, que os bons encontros não acontecidos e os sonhos que, na verdade, não desapareceram continuam em algum lugar da mente esperando para se concretizar... Hoje, abrimos mãos, as vezes, da saúde, dos sonhos e dos desejos a favor de uma vida que é cruel, porém construtiva. Se o esforço agora é grande em busca de um objetivo, as metas te exigirão cansaço, sacrifício e por vezes desamparo alheio. Não afirmo que seja o caminho adequado, mas na sociedade que vivemos é preciso se diminuir enquanto pessoa para se desenvolver enquanto profissional.Não é certo... Porém, em um país onde a independência, a individualidade e o interesse econômico prevalecem nos modos de viver se nós quisermos proteger nossos sonhos temos que agir assim em algumas fases do nosso desenvolvimento. O que podemos fazer, muitas vezes, é não esquecer que dentro daquelas metas, está um pedacinho dos nossos objetivos e que dentro desses objetivos, encontraríamos um pouco daqueles bons encontros perdidos, os sonhos que adormeceram e os desejos que não realizamos.


Que seus objetivos de vida e sucesso contenham parte de você, porque se não for assim é provável que durante a sua estada na terra você se torne um ser maquinado, sem face e ausente de sentimentos, e que no fim (se chegarmos lá) você não tenha nada do que se admirar.... 

terça-feira, 10 de setembro de 2013

O toque no desconhecido.

Capítulo I - O Barco.

Introdução
Que tal embarcarmos em uma aventura dentro de nossa imaginação ?
Vamos ao mundo do desconhecido.
Libere sua mente e não se prepare, pois você ainda não sabe o que vamos encontrar...




O Barco.

São duas da manhã em algum lugar das águas orientais que refletem o escurecer do dia em torno da terra que cerca a paisagem, você está dentro de um barco que boia tranquilamente nas águas desconhecidas, o vento é forte e você está com frio. Calmamente começa abrir os olhos e percebe que não está confortável, suas mãos tremem, seus pés também, a ausência de calor é tão forte que seus dentes rangem uns nos outros buscando se aquecer, você pega um pedaço de madeira orvalhada que estava perto de seus pés e usa como apoio para se levantar. Suas mãos ávidas por calor ousam se aproximar da extremidade direita do barco que flutua e você observa seu reflexo na água, com o vento alcançando seu corpo você adentra na própria imagem espelhada de seu rosto e começa a perceber que não é mais tão jovem, seus pensamentos começam ligar-se uns nos outros e sua fascinação é grande quando percebe que cresceu. Dentro daquele barco, você tem a sensação que está dentro de sua própria alma, cada gota daquele mar era uma parte de você naquele momento. Então, você fecha os olhos e sente que está perdido na escuridão profunda, o brilho forte da lua cheia que te permitia ver seu reflexo na água, agora é interrompido por uma nuvem grande e forte de chuva; sua visão não alcança mais à luz, não se percebe mais nada.
Dentro da escuridão sua respiração começa a ficar ofegante, os medos que sua mente escondem se transformam e grandes tubarões que percorrem o barco em busca da alimentação, quanto mais medos você relembrava mais tubarões apareciam, você desmaia. 
Cinco horas da manhã em algum lugar das águas orientais que refletem, neste instante, o nascer do sol, você está apoiado em um pedaço de madeira que impede que sua cabeça submerja e você perca a respiração. Quando olha ao redor, você se depara com o nascer do dia, os raios aos poucos vão sendo refletidos pela água para mais e mais perto de você, o calor começa a se misturar com o gelo intenso que a parte do seu corpo que está submergida na água sente.  Você conta do 1 até 10 lentamente, dentro de si você consegue escutar o som das aves que muito cedo começaram a procurar sua caça naquele mar. É chegada a hora de você retornar para casa. Você fecha os olhos, pensa muito forte no que teria acontecido no momento anterior, respira fundo e lentamente, tenta não chorar. Aos poucos, vai se movimentando até a beira da praia, o corpo cansado não quer responder, mas sua força alcança um desejo de sobrevivência inabalável. Você, finalmente, consegue nadar.  A cada braçada uma memória do que aconteceu anteriormente começa a voltar para sua consciência e você já se sente pronto para abandonar as roupas do corpo. Você as remove, agora livre como a natureza segue nadando em busca da beira da praia, sua força é tão alta que parece que cada braçada sua corta a água tal qual o vento corta o céu, a ansiedade dentro do teu corpo é tão grande para eliminar toda aquela energia que sua mente começa a reconfigurar todas as lembranças de sua vida, cada braçada ganha mais e mais intensidade e suas memórias ficam mais e mais claras, você entende onde errou ... Agora, ofegante e quase sem conseguir se sustentar você chega a beira da praia, mas isso é só o começo da sua jornada....

Ser

O "SER" humano é um ser incrível, raiva as vezes é limitada para expressar o sentimento que ele experimenta no presente momento, amor as vezes é incompreensível para a própria espécie.

Esse é o ser das contradições.

VLB

terça-feira, 27 de agosto de 2013

^^


27 de Agosto - Dia do Psicólogo

SER PSICÓLOGO


"Ser psicólogo é uma imensa responsabilidade.
Não apenas isso, é também uma notável dádiva.
Desenvolvemos o dom de usar a palavra, o olhar,
as nossas expressões, e até mesmo o silêncio.
O dom de tirar lá de dentro o melhor que temos
para cuidar, fortalecer, compreender, aliviar.

Ser psicólogo é um ofício tremendamente sério.
Mas não apenas isso, é também um grande privilégio.
Pois não há maior que o de tocar no que há de mais
precioso e sagrado em um ser humano: seu segredo,
seu medo, suas alegrias, prazeres e inquietações.

Somos psicólogos e trememos diante da constatação
de que temos instrumentos capazes de avorecer o bem ou o mal, a construção ou a destruição.
Mas ao lado disso desfrutamos de uma inefável bênção
que é poder dar a alguém o toque, a chave que pode abrir portas
para a realização de seus mais caros e íntimos sonhos.

Quero, como psicólogo aprender a ouvir sem julgar,
ver sem me escandalizar, e sempre acreditar no bem.
Mesmo na contra-esperança, esperar.
E quando falar, ter consciência do peso da minha palavra,do conselho, da minha sinalização.
Que as lágrimas que diante de mim rolarem,
pensamentos, declarações e esperanças testemunhadas,
sejam segredos que me acompanhem até o fim.

E que eu possa ao final ser agradecido pelo privilégio de
ter vivido para ajudar as pessoas a serem mais felizes.
O privilégio de tantas vezes ter sido único na vida de alguém que
não tinha com quem contar para dividir sua solidão,
sua angústia, seus desejos.
Alguém que sonhava ser mais feliz, e pôde comigo descobrir
que isso só começa quando a gente consegue
realmente se conhecer e se aceitar."

Walmir Monteiro

domingo, 18 de agosto de 2013

"A palavra é prata e o silêncio é ouro" O dia em que se perdeu...

Todos os dias somos açoitados por diversos obstáculos que surgem em nossas vidas desde trabalhos extras, de aparelhos que não funcionam, de pessoas que dizemos que não “são mais as mesmas” até a perda de um membro do corpo, um casamento de décadas que faliu e mudou a realidade de várias pessoas e a morte.
 O problema não são os obstáculos de fato, mas sim como você os apreende do mundo e quem você seleciona para ser seu alvo de confiança. Fato é que, se você aceita o obstáculo tal como ele está aparecendo em sua vida e pensa em maneiras positivas de  enfrenta-lo você terá mais facilidade de conquistar o sucesso do que aquele que prefere sentir o quão pesado é o fardo que carrega. E mais, quando você, juntamente de outros indivíduos, constrói laços afetivos fortes e saudáveis, quando chegar no obstáculo terá alguém para te motivar e apoiar, podendo ser por : sms, e-mail, carta (retrô), ligação, presencialmente e o  saber de que alguém conta com você e torce por você te impedirá o sentimento de solidão, por mais que as vezes  o sentimento que o outro ofereça possa ser interpretado pelo receptor como mais responsabilidade também.  Como Freud dizia, o ser humano desiste da vida quando se sente sozinho. Quando  o ser humano de fato se sente sozinho, ele é capaz de cometer atrocidades consigo e com os outros seres sociais, por isso quando observo as  ideias que são disseminadas pelos grandes capitalistas da atualidade, que parte desde artistas até instituições fechadas,  receio o que será feito para que o ser humano se sinta menos sozinho e mais “feliz”. Afinal, as ideias atuais se baseiam em individualidade e não em coletividade. Não acredita? Observe nomes de programas de televisão, de livros de autoajuda e de propagandas de massa. “Sempre terá um “VOCÊ” exaltado ou um” PRA VOCÊ” ( inclusive,  existe um programa de televisão brasileiro com esse nome.) Ou seja,  eles afirmam que você, sujeito social instintivamente e culturalmente, a depender de suas crenças filosóficas, é o único responsável pelas situações que te cobrem ao decorrer da sua vida e que se você não conquista  algo por mais esforço que exerça é porque não persistiu o suficiente ou não teve “fé”, termo que pode ser considerado tanto como  acreditar fervorosamente em algo ou na terminologia judaico-cristã, enfim,  você é o centro de tudo e responsável por tudo que lhe ocorre. Sendo extremista, se amanhã você for morto por algum evento social , serão encontradas maneiras que justifiquem que você teve parcela de culpa por aquilo direta ou indiretamente.  Ser extremista, para nada é uma posição segura, por isso trago a ressalva que SIM,  segundo minhas crenças,  acredito que todos são responsáveis  direta ou indiretamente por algo, porém, não são a causas e consequências de muitas situações que são vistas como determinadas pela sociedade.

Não, você não é um bicho independente, feliz e racional como vendem os produtos automotivos, cosméticos e alimentícios. Você necessita do outro, para os judaico-cristãos desde a bíblia que também é uma forma de conhecimento que deve ser  validada socialmente, encontramos afirmações que nos mostram que precisamos do outro para sobreviver e para sermos felizes.

Ser racional, constante e sociável aparentemente não leva a nada se não se está feliz, se quando aparece um obstáculo em sua vida você fica desarmado pelas próprias experiências que te levaram ao desconforto anteriormente. Não adianta parecer e não ser. Não adianta querer, se esforçar sozinho e não obter resultados! Porque uma suposta verdade a que confio é essa “querer não é poder” e para PODER precisamos do outro, precisamos de pessoas de confiança, precisamos nos conhecer integralmente. Ou seja, precisamos... 

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Como selecionar o homem perfeito da sua vida?

Crianças (como eu fui) passam a vida sonhando com o cara perfeito de suas vidas, mas o momento mais crucial é quando percebemos que nós (crianças) somos mutáveis, não nascemos mitificadas e não "somos" somente, nós estamos sendo o presente que, depois de algumas horas, será passado,e  nunca foi futuro até termos feito nossas escolhas. Somos imperfeitos por saúde, não, não por saudade da pessoa perfeita, mas por saúde, porque a única representação mitificada que a humanidade teve e até hoje mostrou ser perfeita, é o nosso senhor Deus e seu filho Jesus, fora este, tudo se mostrou contraditório e errante. Pois é, como escolher o homem perfeito se o que nos torna perfeito agora depois podemos classificar como inadequado? Como escolher a mulher perfeita sendo que temos preferências, mas não certezas absolutas de uma vida?
Como selecionar, se não selecionamos a nós mesmos? Então, fica a dica : - vá pelas suas preferências, escute seu coração, mas não se engane com a perfeição porque ela é a busca e não e a solução.

quarta-feira, 10 de julho de 2013


Houve um tempo em que havia um guerreiro
Ele não temia o próprio medo
Lutava contra bravos dragões
Infelizmente, ganhara deles seus
Corações
A cada vencida, ele se derrotava
Na floresta que o rodeava, ele
Desacreditava
Não via mais cor nem luz
Queria o fim de todos na
Cruz
Nojo do mundo ele sentia
Queria daquela época a
Partida
Cansado um dia se matou
E todos diziam: - Que horror
Mas na hora do aperto ninguém
Veio
Não lhe ofereceram alimento
O julgavam por matar os dragões
Mas era ele quem protegia os
Peões
Não entendiam suas ações
Solitário partiu, sem considerações.

A história acaba aqui para uma guerreiro
Que não desistiu de existir
Enquanto vivo fez transformações
Enquanto morto, lágrimas, medos e
Divagações.
Homem de caráter e força
Foi exemplo para poucas e boas
Entre os poucos que o reconheceram
Sentiram-se despertados pelo o medo
O medo que ele não tinha
Mesmo depois de morto disseminou
Na lira.
Pobres os que escutam seus gritos
Ecoar
Não entendem que a paz
Assim não vão encontrar.
Buscar vencer a cruz e o medo
Esse nunca foi o procedimento.
Mesmo assim não foges a luta
Tu eis criança, não conhece a

Labuta.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Sociedade alternativa? ( Reflexão)


Não há muito o que dizer, as pessoas são o que querem ser...
Liberte um pássaro e ele conquistará os céus do mundo.
Dê poder a um único ser humano e ele dominará você.

domingo, 2 de junho de 2013

Mario Quintana

Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Não ter preconceitos, é não ter preconceitos. Entende?

Respeito é Saudável.

Um breve mergulho na moda?




Usar creeper - Sapatos com salto que podem ser usado com todo tipo de roupa. Eles caíram a pouco tempo no gosto brasileiro, mas já são quase naturais nas tendências coreanas e foram bem aceitos pelos norte-americanos. Alguns artistas como Rihanna e Katy Perry conseguiram disseminar esse modelito de sapato para todos os continentes. O mais interessante é que estes sapatos,
à priori, eram para ser usados pelos soldados durante a Segunda Guerra Mundial, pois seus solados grossos  e rígidos promoviam o conforto para estes jovens guerreiros.


Calça listrada - Jeans, legging até em camurça são produzidos com esse modelo. Paixão das décadas de 60 e 70, retornando atualizada para a nossa geração. Podendo ser usadas com salto, creeper, entre outros. Abuse na diversidade de largura e quantidade de listras.



Lembrando que os modelos de camisetas podem sempre dar uma cara diferenciada para  a mesma peça.

O salto desde a época de 60 é o melhor amigo desse modelo de calça.
Nem parece jeans, não é mesmo? O Cabelo sempre será um acessório diferenciador do conjunto geral :D

sábado, 13 de abril de 2013

Deitei na cama, comi chocolate branco e dormi.


Grande


.


Posso ser sincero?


Salut


Mar Adentro

É preciso chorar
As lágrimas são as chuvas da gente
Nuvens do nosso tempo íntimo precisam
desabar.
Lágrimas são rios do ser
As cachoeiras da gente
Mudam nosso tempo simples
Atualizam nosso mar!

É preciso chorar..
É preciso copiar a natureza
É preciso aliviar  e molhar a seca
do coração
Se não chover
Vira sertão
Morre homem
Morre gado
Morre plantação

Esses momentos ( Reflexão)

Esses momentos em que viver é tão doce
amar alguém é tudo
Nada que incomodava,  atrapalha.
Deixar  o preocupante, alivia.
Realizar os desejos, cativa.
Olhar no fundo dos olhos é bom.
Por isso, desejo sentir o amor que dizem
ter por mim.
Então, vale a pena  libertar-se, nem que seja
Ao menos, por um dia ou um instante.

Legião Urbana


Alimento Psicológico

A verdade ofusca a ilusão
Liberta o corpo e a mente
Que procurarão uma nova ilusão
Para alimentar sua cadeia de sonhos...

eyeux


Desconcerto ( Reflexão)

Deixo temporariamente de acreditar
 no amor, 
Porém quando alimento meus sentimentos
Com as ilusões que crio, 
Volto a acreditar na
Minha imaginária realidade.

Na consciência de outros

Na folha de papel posso expressar
meus sentimentos
Até desenhar meus pensamentos
Porém, não devo faze-lo...

Branca folha de papel que pode se tornar evidência
a favor ou contra  minha consciência

Não devo arriscar que esses loucos pensamentos
flutuem como vento nas miragens dos outros..

Então pego esses benditos pensamentos
[ah pensamentos]
 que me voam contra o vento
e  os deixo no mais profundo
e temoroso mar
Que um dia, quando morena bonita pude 
encontrar..

Leão ( Reflexão)


Como pode a mente do homem se iludir e se desviar de seus objetivos mais rapidamente do que uma gazela que vai de encontro ao seu amor?
Como pode ser... Deixar as emoções influenciarem tanto nas decisões e pensamentos
Como o certo parece ser tão errado, mesmo estando certo?
Seus conceitos e ideais devem sempre ser alimentados ou as ilusões poderão infectar seus modos de ver e viver o bem.