Revês

Revês

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

"Ass veziz". Você tem um objetivo de vida ?

As vezes me questiono onde vai parar tanta energia, tanto esforço e batalha que cada um de nós, os chamados corredores da vida utilizamos no dia-a-dia. Onde vai parar todas as angústias e dores, doenças e cansaços, dias que não fomos naquela festa especial ou não visitamos aquele amigo que há tanto tempo não vemos. Onde foram parar os sonhos da adolescência, a vida perfeita imaginada quando éramos crianças, o amor teen e apaixonado que tanto gostávamos de sentir... Onde foram parar as críticas inocentes, os interesses dos interessantes e por vezes, o desejo de viver. Quem levou foi rotina esmagadora, se Freud pudesse afirmar nesse texto, chamaria de Cruel"... É, a vida é produzida para muitos, mas quantos desses "muitos" entendem que todos esses questionamentos perdidos, que todos os dias perdidos, que os bons encontros não acontecidos e os sonhos que, na verdade, não desapareceram continuam em algum lugar da mente esperando para se concretizar... Hoje, abrimos mãos, as vezes, da saúde, dos sonhos e dos desejos a favor de uma vida que é cruel, porém construtiva. Se o esforço agora é grande em busca de um objetivo, as metas te exigirão cansaço, sacrifício e por vezes desamparo alheio. Não afirmo que seja o caminho adequado, mas na sociedade que vivemos é preciso se diminuir enquanto pessoa para se desenvolver enquanto profissional.Não é certo... Porém, em um país onde a independência, a individualidade e o interesse econômico prevalecem nos modos de viver se nós quisermos proteger nossos sonhos temos que agir assim em algumas fases do nosso desenvolvimento. O que podemos fazer, muitas vezes, é não esquecer que dentro daquelas metas, está um pedacinho dos nossos objetivos e que dentro desses objetivos, encontraríamos um pouco daqueles bons encontros perdidos, os sonhos que adormeceram e os desejos que não realizamos.


Que seus objetivos de vida e sucesso contenham parte de você, porque se não for assim é provável que durante a sua estada na terra você se torne um ser maquinado, sem face e ausente de sentimentos, e que no fim (se chegarmos lá) você não tenha nada do que se admirar....