Revês

Revês

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Partes de nós

Sentimento

Seu e meu
Deu,  não deu
Quis, não quis
Disse, não disse
Pedistes, requeristes
Ahh! Nostalgia...
Cansais, brincais
Orai, desacreditai
Deseja, não deseja mais
Ama ! Que desamor!
Eis tu
Sou eu
Duas partes de nós.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Não devia!


No dia de jogar quebra-cabeça
Observei a criança que queria cerveja
[Mas não deveria tomar álcool]
Questionei o soldado que ela segurava:
- Que isso! Por que  vocês todos são mulatos ?
Então vi o banco imobiliário ser assaltado por uma loirinha
de cabelo encaracolado...
Assustado. Eu cai num buraco. Enquanto eu descia, afundava e gritava
passou perto de mim um coelho agitado.
Ele gritava para um dos soldados :
- Marcha soldado! Cabeça de papel..." Céu.
Vi o céu... agora eu estava na estadual, casa daquela outra criança que era de pau mas queria ter coração e comer todo o mingau.
Sozinho, pensei :  - Antes mingau do que cerveja ! Isso era uma certeza!
Susto.
A criança se transformou em uma barata
Agora quero saber onde está meu amigo, Kafka ?
Pobre "baratança",  a criança que não era mais criança...
E quando as outras criaturas da floresta pouco encantada a notavam... Bam!!!!
Sempre ficavam enojadas!
Meu coração palpitou o que faria eu ? Humano, ser humano... Ser humano ?
Era eu ? Eu era ? Era eu.